Somente a Graça

SOMENTE A GRAÇA

_ Mestre, o que devo fazer para alcançar a vida eterna?

_ Ninguém pode alcançar por si mesmo, pelos seus próprios méritos. É somente a graça, somente a fé, somente Cristo: “Basta entregar a sua vida para Jesus e crer Nele como seu único e suficiente Salvador, e se arrepender, e se converter e confessar os pecados. Seguir os dez mandamentos, ser batizado por imersão, e continuar perseverante até a morte para que recebas a coroa da vida eterna.” Simples assim!

Marli Savelli

Referencias bíblicas
Atos 4: 12, Atos 3: 19, 1 Joao 1: 9, Mateus 19: 16,17, Marcos 16: 16, Mateus 24: 13

Anúncios

17 de julho de 2019 at 21:10

Chá De Camomila

CHÁ DE CAMOMILA

Tem palavra
que traz
tranquilidade
como
chá de camomila

Tem palavra
que aflige o aflito
e mata
como
espada afiada

Tem palavra
que abraça
e conforta
como
curativo para alma

(Pode também substituir “palavra” por “pessoa” )

Não
absorva
o que não
te faz
bem

Marli Savelli

15 de julho de 2019 at 12:27

Floresça

FLORESÇA

Quando Ele diz
“Eu te amo”
atraves
da minha boca
Eu nao sei se
sou eu
que estou dizendo
pra Ele
ou se Ele pra mim
então eu também digo
“Eu te amo”

Marli Savelli

14 de julho de 2019 at 22:18

Só Por Um Dia

POR UM DIA

Sinto uma tristeza
inexplicável
( não sei de onde vem,
só sei que amanhã se vai)
Nao tem dor
nem lágrima
nem palavra
É pura e simples.

Marli Savelli

14 de julho de 2019 at 19:19

O Castigo Do Éden

O CASTIGO DO ÉDEN

Eu estou cansada do ser humano e gostaria de ir embora. Eu estou cansada de ser humana. Este mundo está fadado ao fracasso, sabemos. A maioria preferem as bestialidades, as mediocridades, as podridões, as posições que aqui oferecem, e eu estou cansada de remar contra a maré. A vida terrena é realmente curta para os que nao alcançarão a eternidade, curta. Eu não sou deste mundo, morrer pra mim é lucro, eu serei transformada num corpo incorruptível, imortal.

Marli Savelli

9 de julho de 2019 at 13:59

Eu Amaria Até Mais

EU AMARIA ATÉ MAIS

_Obrigada pelo seu amor.
(eu disse com o cálice na mão)

_”Eu amaria até mais!”
Ele respondeu.

Marli Savelli

6 de julho de 2019 at 16:54

O Subterfúgio

O SUBTERFÚGIO

Obrigada pelo descanso,
pela paz,
pelo novo dia.
Sinto-me
novamente
pronta pra batalha

[ Eu aceito o subterfúgio
que me oferece
em meio a guerra ]

Marli Savelli

5 de julho de 2019 at 08:34

Posts antigos


Obrigada =)

  • 118.542 Pescadores de Ilusões
"Eu escrevo o que me vem ao coração, não me pergunte o porquê nem pra quem. Preciso!"

.............................................

Proteção Anti-Cópia – O blog está protegido pela Lei de Direitos Autorais. Os textos aqui contidos não podem ser utilizados sem prévia e expressa autorização da autora, ficando o infrator sujeito às penas da Lei 9.610 de 19/02/1998.

Apocalipse, Amor e Fúria

Não foi possível carregar as informações do blog no momento.

Selo da Amizade

Por Clarice Lispector

“Então escrever é o modo de quem tem a palavra como isca: a palavra pescando o que não é palavra. Quando essa não-palavra – a entrelinha – morde a isca, alguma coisa se escreveu. Uma vez que se pescou a entrelinha, poder-se-ia com alívio jogar a palavra fora”. C. Lispector

Licença Poética

Licença poética é uma incorreção de linguagem permitida na poesia. Em sentido mais amplo, são opiniões, afirmações, teorias e situações que não seriam aceitáveis fora do campo da literatura. A poesia pode fazer uso da chamada licença poética, que é a permissão para extrapolar o uso da norma culta da língua, tomando a liberdade necessária para utilizar recursos como o uso de palavras de baixo-calão, desvios da norma ortográfica que se aproximam mais da linguagem falada ou a utilização de figuras de estilo como a hipérbole ou outras que assumem o caráter "fingidor" da poesia, de acordo com a conhecida fórmula de Fernando Pessoa ("O poeta é um fingidor").

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Prof. Dr. José PAZ Rodrigues

Professor Doutor, José PAZ Rodrigues, didata, poliglota, licenciado e graduado em Pedagogia pela Universidade Complutense de Madrid. Especialista mundial em Robindronath TAGORE, tem a melhor biblioteca do mundo dedicada a TAGORE, com mais de 30.000 volumes em todas as línguas, inclusive, edições brasileiras. Estuda este escritor desde 1966, teve como tese de doutorado: “Tagore, Pioneiro da Nova Educação”. (Clique aqui para acessar seus artigos)

Minha Homenagem

Clique na foto do escritor, poeta, romancista e músico indiano, Robindronath TAGORE (7/5/1861-7/8/1941- Calcutá – Índia), para acessar alguns de seus poemas e escritos, publicados em homenagem a ele, que se realiza no ano de 2011, quando se completa 150 anos desde o seu nascimento e 70 de falecimento. Tagore, chamado por Mahatma Gandhi de “o grande mestre”, ganhou em 1913 o prêmio Nobel de Literatura. Tagore, depois de educação tradicional na Índia, completou sua formação na Inglaterra entre os anos de 1878 e 1880 e começou sua carreira poética com volumes de versos em língua bengali. Desde então, traduziu seus livros para o inglês, a fim de lhes garantir maior difusão. Seu mais famoso volume de poesias é Gitãñjali (Oferenda Poética). Fundou, em 1901, uma escola de filosofia, em Santiniketon, que, em 1921, foi transformada em universidade.

Albert Einstein e Tagore

Tagore e Mahatma Gandhi

Lançando a Rede

Prêmio Dardos

Prêmio indicado por Helena Frenzel, do blogue bluemaedel.blogspot.com. Obrigada, querida, pelo carinho, reconhecimento e leituras. “A conquista é nossa! Eu digo nossa porque, a conquista nunca é solitária, existe mais alguém:- aqui, “o leitor”! .Ele me motiva a continuar, está a me inspirar (...)” Marli Savelli

Arquivos

Traduzir