Archive for junho, 2016

Coisas De Criança

imaginarium

COISAS DE CRIANÇA

Meu filho, nestes últimos dias, vem me pedindo – tanto brinquedos como também coisas pra comer (que, às vezes, nem come, mas pede pra eu fazer e ver o resultado!), que eu acredito que nem se dá conta de tudo o que pede, e nem se lembra de alguns, fazendo por impulso ao ver uma propaganda e/ou desenho, e tudo mais. Hoje pela manhã:

__ Filho, espera aí: ontem você me pediu tal coisa e hoje isso, e anteontem aquilo outro! Estou me perdendo com tantos pedidos que acabo por não fazer nenhum. Vamos montar uma lista de desejos e realizamos conforme a disponibilidade e seu bom comportamento, avaliando se é bom ou interessante, se vale a pena e tal […] Vamos lá!

__ Não, mamãe, eu só quero o que eu estou pedindo hoje.

__ 😕 🙂

Marli Savelli

Férias Escolares em Casa
Bjo Bjo ❤ ❤ ❤

30 de junho de 2016 at 11:02 Deixe um comentário

Coração Enganoso

coracao

CORAÇÃO ENGANOSO

O coração é enganoso!
O que aos olhos
era sonho,
ali escondido
o pesadelo

O coração enganou-se!
Quando provado
do doce
o amargo é que
fez bem

Marli Savelli

29 de junho de 2016 at 11:10 Deixe um comentário

A Melhor Parte da Tua Vida

fe

A MELHOR PARTE DA TUA VIDA

Nada do que aconteceu com você e nada do que aconteceu comigo, será melhor do que ainda nos vai acontecer, pois, a melhor parte foi reservada por Deus, de presente – pra mim e pra você!

Marli Savelli

28 de junho de 2016 at 12:31 Deixe um comentário

Fim de Papo

44829_430470108873_279653033873_4752241_5764578_n_large

FIM DE PAPO

Você não me merece,
e, eu não mereço!
Estamos conversados,
e fim de papo!

Marli Savelli

28 de junho de 2016 at 08:22 Deixe um comentário

Meus Amores

IMG_20160627_104802652_HDR

MEUS AMORES

me ajude Senhor
fazer com que os meu amores
se sintam as pessoas
mais especiais deste mundo
me ensine Senhor
a amá-los com o melhor
do seu amor

Não me tires a visão
nem a audição
Não me tires a consciência
nem a inocência
Não me tires a fala
nem o bom trato, o tato,
o paladar e o olfato

Não tê-los comigo seria o mesmo
que tudo isso me faltasse

Marli Savelli

IMG_20160627_105138582_HDR

27 de junho de 2016 at 11:39 Deixe um comentário

Você é um Super Herói

page

VOCÊ É UM SUPER HERÓI

Por que a noite os monstros são maiores?… Ou, por que a noite os medos criam asas, pernas, braços, saem de suas tocas e se agigantam?

– Mamãe, hoje vai ficar noite de novo?
– Sim, filho. Todo dia anoitece e amanhece, meu guerreiro valente.
– Eu vou ter pesadelo ruim? Eu fico assustado!
– Não tenha medo, nenhum mal vai te acontecer, a mamãe está aqui com você e o Papai do Céu … [ Vou te ungir com o óleo antimonstro! Você acredita?…]
– E se você não estiver comigo?
– Você é o mais poderoso que todo o seu imaginário… porque você é o príncipe mais real de todo este reino de fantasia.
– E você também é a mamãe mais poderosa…

Marli Savelli

 

23 de junho de 2016 at 11:04 Deixe um comentário

É O Senhor Quem Governa

que-nao-falte

É O SENHOR QUEM GOVERNA

“Este lugar
[ eu ]
é o
Senhor quem governa”

– E o que será que Deus
está fazendo agora
por mim?…
– E o que será que Ele
está fazendo agora
por você?…
– E o que você esta fazendo agora
para Deus?…
– E o que eu estou fazendo
agora para Ele?…

“Este lugar
[ eu ]
é o
Senhor quem governa”

Se assim não fosse, ao invés de estar diante do teu altar, quem sabe, estaria aprisionada, talvez não de corpo, mas de mente, ou doente num leito de hospital, ou estivesse perdida pelas ruas afora, ou sabe lá mais o quê! […] O Senhor tem me guiado por caminhos retos e me livrado dos tortuosos, fazendo com que a saúde se aposse do meu corpo, e não permite que a razão me falte […] tem me guardado, me abençoado, me prosperado, me suprido, me ouvido, me olhado…  pois, “este lugar [ eu ] é o Senhor quem governa”

Marli Savelli

“Guarda-me como guardaria a menina dos teus olhos; esconde-me debaixo das tuas asas, e ali estarei seguro” – Slm 17:08

21 de junho de 2016 at 12:09 Deixe um comentário

Posts antigos


Obrigada =)

  • 97,402 Pescadores de Ilusões
"Eu escrevo o que me vem ao coração, não me pergunte o porquê nem pra quem. Preciso!"

.............................................

Proteção Anti-Cópia – O blog está protegido pela Lei de Direitos Autorais. Os textos aqui contidos não podem ser utilizados sem prévia e expressa autorização da autora, ficando o infrator sujeito às penas da Lei 9.610 de 19/02/1998.

Licença Poética

Licença poética é uma incorreção de linguagem permitida na poesia. Em sentido mais amplo, são opiniões, afirmações, teorias e situações que não seriam aceitáveis fora do campo da literatura. A poesia pode fazer uso da chamada licença poética, que é a permissão para extrapolar o uso da norma culta da língua, tomando a liberdade necessária para utilizar recursos como o uso de palavras de baixo-calão, desvios da norma ortográfica que se aproximam mais da linguagem falada ou a utilização de figuras de estilo como a hipérbole ou outras que assumem o caráter "fingidor" da poesia, de acordo com a conhecida fórmula de Fernando Pessoa ("O poeta é um fingidor").

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Lançando a Rede

Últimos posts do blogue: PALAVRAS RABISCADAS

Pedro Cardoso fala sobre Nudez na TV

A nudez é uma crise na narrativa (…)

Dicas de Língua Portuguesa

1 2 . 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 20 21 22  

Deus É Maior

DEUS É MAIOR Deus criou a mulher e junto com ela criou a fantasia. Foi assim que uma vez a Verdade desejou conhecer um palácio por dentro e escolheu o mais suntuoso de todos, onde vivia o grande sultão Haroun Al­-Raschid. Vestiu seu corpo apenas com um véu transparente e pouco depois chegou à porta […]

Não Há Lugar Melhor Que O Nosso Lar

Trecho de Clip Musical retirado do filme “BOLT – O SUPER CÃO”  “Não há lugar melhor que o nosso lar.” – em O Mágico de Oz [Dorothy]

Escrever é Esquecer

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e a arte de representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida – umas porque […]

Por Clarice Lispector

“Então escrever é o modo de quem tem a palavra como isca: a palavra pescando o que não é palavra. Quando essa não-palavra – a entrelinha – morde a isca, alguma coisa se escreveu. Uma vez que se pescou a entrelinha, poder-se-ia com alívio jogar a palavra fora”. C. Lispector

Prêmio Dardos

Prêmio indicado por Helena Frenzel, do blogue bluemaedel.blogspot.com. Obrigada, querida, pelo carinho, reconhecimento e leituras. “A conquista é nossa! Eu digo nossa porque, a conquista nunca é solitária, existe mais alguém:- aqui, “o leitor”! .Ele me motiva a continuar, está a me inspirar (...)” Marli Savelli

Arquivos