Posts filed under ‘Coisas de Criança’

Meu Fofo

download (5)

MEU FOFO

Vocé é o fofo
mais fofo
que o fofão

Marli Savelli

11 de abril de 2017 at 08:43 Deixe um comentário

Historinha De Jesus…

IMG_20160816_202750
suco de uva

HISTORINHA DE JESUS…

A: Mamãe, conta uma historinha… criança  não pode dormir sem historinha.

M: Pode ser de Jesus?

A: Sim.

M: Jesus junto do Papai do céu olhou para terra e viu que as pessoas estavam muito tristes e fazendo muita coisa errada que entristecia o coração de Deus. Então, o Papai do Céu pediu para que seu filho Jesus descesse aqui na terra para mostrar às pessoas tudo o que estava errado e ensinasse  o que era certo; pediu que falasse o quanto Deus nos ama e queria nos ver felizes – transformava água em suco de uva numa festa;  queria nos ver com saúde –  curava as pessoas que tinham machucado e estavam doentes; não deixava a comida faltar – multiplicava os pães para matar a fome de todos […]  e que depois que aprendessem tudo, fizessem tal qual Ele fez e até mais, e ensinassem aos outros e as criancinhas [ por isso, a mamãe te ensina que isso não pode e aquilo pode, que o Papai do céu gosta e que não gosta ]. E depois disso, o Papai pediu para que seu Filho Jesus voltasse pra sua casa, lá no céu… Pra isso, precisou morrer e derramar seu sangue por nós, para nos purificar de todo pecado.  Mas antes de ir mandou um recadinho: “eu vou voltar para o meu Pai, mas vou deixar um amiguinho morando dentro de vocês que aceitarem… Ele se chama Espírito Santo. Ele vai falar com você na sua cabecinha e morar no seu coração. Então, quando você estiver triste, você tem um amiguinho que vai te alegrar; quando você tiver medo, o teu amiguinho vai te encorajar; quando você for ferido por dentro, e a mamãe não tiver como passar o remedinho, Ele lá dentro vai te curar” E vai te acompanhar em todos os lugares, porque mora em você. Um dia todos nós vamos morar com Papai do Céu… lá é muito grande e tem muitas casas!

[já dormindo]

Marli Savelli

16 de agosto de 2016 at 11:12 Deixe um comentário

Mundo da Lua

lua

MUNDO DA LUA

A: Mamãe. Mamãe. M A A A A M M A A A A A E E E!!!

M: Oi filho, me desculpa. Vem cá, deixa eu explicar: – a sua mamãe é aquariana, vez em quando vai pro mundo da lua. Obrigada por me trazer de volta.

A: Sim. Mas, você não tem asas, não é super herói…

M: Foi só o meu pensamento, não o corpo.

A: E eu vou de foguete na casa do Deus, que mora beemm longe.

Marli Savelli

 

29 de julho de 2016 at 08:12 Deixe um comentário

Dorme Pra Crescer

EC4707-001

DORME PRA CRESCER

– Filho, dorme pra crescer!

– Não, mamãe, eu cresço de pé mesmo!

(Guerreiro!  💪  )

Marli Savelli

25 de julho de 2016 at 21:00 Deixe um comentário

Educando

tumblr_ly8lmvrblt1qddxlno1_500

EDUCANDO

[…]

Eu te amo, sim ! Só estou tentando consertar os teus erros, assim como consertar os meus erros. Nós nascemos tão cheios de erros! […] Ah, e esta não foi a primeira e nem será a última vez. Só não duvide, nunca, do meu amor.  Você é o meu presente favorito!

Marli Savelli

24 de julho de 2016 at 22:23 Deixe um comentário

Presente Pra Deus

love

PRESENTE PRA DEUS

A: Mamãe, você vali levar este presente pra Deus? Você não vai conseguir entregar porque Ele fica muito longe!

M: Filho, Deus disse assim: “Se alguém tiver sede e você der água, está saciando a minha sede; e se alguém tiver fome, e você der comida, está matando a minha fome” Então, se você presentear alguém com alguma coisa que ele necessita, você esta presenteando Deus.” Você entendeu?

A: Sim, entendi.

Marli Savelli

Em verdade vos digo que, sempre que o fizestes a um destes, mesmo dos mais pequeninos, a mim o fizestes” Mateus 25:40

10 de julho de 2016 at 10:51 Deixe um comentário

Encantamento

so-se-ve-bem-com-o-coracao-o-essencial-e-invisivel-aos-olhos-o-pequeno-principe-795 (1)

ENCANTAMENTO

Poesia
nos olhos
Toda criança tem!

Poesia
na alma
Toda criança tem!

O sensível
é invisível
Que todo príncipe vê!

Marli Savelli

5 de julho de 2016 at 11:26 Deixe um comentário

Posts antigos


Obrigada =)

  • 97,402 Pescadores de Ilusões
"Eu escrevo o que me vem ao coração, não me pergunte o porquê nem pra quem. Preciso!"

.............................................

Proteção Anti-Cópia – O blog está protegido pela Lei de Direitos Autorais. Os textos aqui contidos não podem ser utilizados sem prévia e expressa autorização da autora, ficando o infrator sujeito às penas da Lei 9.610 de 19/02/1998.

Licença Poética

Licença poética é uma incorreção de linguagem permitida na poesia. Em sentido mais amplo, são opiniões, afirmações, teorias e situações que não seriam aceitáveis fora do campo da literatura. A poesia pode fazer uso da chamada licença poética, que é a permissão para extrapolar o uso da norma culta da língua, tomando a liberdade necessária para utilizar recursos como o uso de palavras de baixo-calão, desvios da norma ortográfica que se aproximam mais da linguagem falada ou a utilização de figuras de estilo como a hipérbole ou outras que assumem o caráter "fingidor" da poesia, de acordo com a conhecida fórmula de Fernando Pessoa ("O poeta é um fingidor").

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Lançando a Rede

Últimos posts do blogue: PALAVRAS RABISCADAS

Pedro Cardoso fala sobre Nudez na TV

A nudez é uma crise na narrativa (…)

Dicas de Língua Portuguesa

1 2 . 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 20 21 22  

Deus É Maior

DEUS É MAIOR Deus criou a mulher e junto com ela criou a fantasia. Foi assim que uma vez a Verdade desejou conhecer um palácio por dentro e escolheu o mais suntuoso de todos, onde vivia o grande sultão Haroun Al­-Raschid. Vestiu seu corpo apenas com um véu transparente e pouco depois chegou à porta […]

Não Há Lugar Melhor Que O Nosso Lar

Trecho de Clip Musical retirado do filme “BOLT – O SUPER CÃO”  “Não há lugar melhor que o nosso lar.” – em O Mágico de Oz [Dorothy]

Escrever é Esquecer

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e a arte de representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida – umas porque […]

Por Clarice Lispector

“Então escrever é o modo de quem tem a palavra como isca: a palavra pescando o que não é palavra. Quando essa não-palavra – a entrelinha – morde a isca, alguma coisa se escreveu. Uma vez que se pescou a entrelinha, poder-se-ia com alívio jogar a palavra fora”. C. Lispector

Prêmio Dardos

Prêmio indicado por Helena Frenzel, do blogue bluemaedel.blogspot.com. Obrigada, querida, pelo carinho, reconhecimento e leituras. “A conquista é nossa! Eu digo nossa porque, a conquista nunca é solitária, existe mais alguém:- aqui, “o leitor”! .Ele me motiva a continuar, está a me inspirar (...)” Marli Savelli

Arquivos