Posts tagged ‘Pais & Filhos’

Pais e Filhos VIII

deus esta presente

PAIS E FILHOS VIII

A: ” __ Diabo, você não rouba nada na minha casa!… E, Deus, você pode ficar com a casa toda!…”

M: _ Amém!

Até me apaixonei! ❤

Mamãe e Arthur Miguel

Anúncios

3 de junho de 2018 at 20:07

Pais e Filhos VII

balões

ROUBADORA DE PALAVRAS

A: Você é uma roubadora de palavras, falou o que eu ia dizer!
M:  É que ainda te falta vocabulário, eu entendi antes que dissesse.

Moral: Assim acontece comigo e Deus. Quando me falta palavras pra expressar o que sinto, Ele as rouba do meu ser antes que me venha ao pensamento e as revela a mim.

Mamãe e Arthur Miguel

9 de maio de 2018 at 12:38

Pais e Filhos VI

tumblr_static

PAIS E FILHOS VI

Se, por um lado tem muita coisa nele que eu gosto – por outro lado tem muita coisa nele que eu desgosto. E a gente vai buscando fórmulas e criando formas de bloquear aquilo que é ruim e desbloquear aquilo que é bom (…) Nem sempre é doce, nem sempre é amargo, mas é sempre amor. Que Deus lhe reserve o melhor futuro!

Marli Savelli

2 de março de 2018 at 12:49

Pais e Filhos V

detalhes

PAIS E FILHOS V

“Senta aqui pra pensar sobre o que aconteceu e depois me conta, tem ‘cinco minutos‘. Mas, em vez de ficar quieto, chorava. Eu disse: – cinco minutos a partir do seu silêncio! E isso levou mais ou menos uns 10 ou 15 minutos.”

MORAL: Muitas vezes, prorrogamos as bençãos de Deus nas nossas vidas, por conta das reclamações, dobramos o tempo de espera, ou triplicamos, seja lá como for.

Marli Savelli

31 de agosto de 2017 at 12:40

Pais e Filhos IV

Contos

PAIS E FILHOS IV

Quando eu dei algo para ele sem que me pedisse e que em outros momentos eu havia recusado, me disse: – eu me comportei direitinho?”

MORAL: Quando obedecemos a Deus temos a garantia de suas bençãos e promessas sem vãs repetições e petições.

Marli Savelli

 

31 de agosto de 2017 at 12:24

Um Amor Que Conforta

declaracao-de-amor

UM AMOR QUE CONFORTA

– Filho, hoje vamos evitar, a mamãe está um pouco irritada, [ainda que meu coração estivesse voltado pra ele, ou justamente por isso], não quero me zangar com você (…)

– Mamãe, deixa eu te dar um abracinho que vai te ajudar [com o coração voltado pra mim]

❤ ❤ ❤

Marli Savelli

28 de agosto de 2017 at 12:38

Pais e Filhos III

coroa

PAIS E FILHOS III

“Primeiro eu peço com amor, se não obedecer, eu alerto: se não for, vai na vara ou no castigo. E sai rapidamente pra fazer!”

MORAL: Um episódio assim representa aquelas pessoas que não dão ouvidos à voz de Deus, precisam enfrentar alguma dor, sofrer algum castigo para aprender aquilo que é, muitas vezes, trivial, e que mesmo assim precisa ser reforçado trilhões de vezes.

Marli Savelli

23 de agosto de 2017 at 16:07

Posts antigos


Obrigada =)

  • 118.542 Pescadores de Ilusões
"Eu escrevo o que me vem ao coração, não me pergunte o porquê nem pra quem. Preciso!"

.............................................

Proteção Anti-Cópia – O blog está protegido pela Lei de Direitos Autorais. Os textos aqui contidos não podem ser utilizados sem prévia e expressa autorização da autora, ficando o infrator sujeito às penas da Lei 9.610 de 19/02/1998.

Apocalipse, Amor e Fúria

Não foi possível carregar as informações do blog no momento.

Selo da Amizade

Por Clarice Lispector

“Então escrever é o modo de quem tem a palavra como isca: a palavra pescando o que não é palavra. Quando essa não-palavra – a entrelinha – morde a isca, alguma coisa se escreveu. Uma vez que se pescou a entrelinha, poder-se-ia com alívio jogar a palavra fora”. C. Lispector

Licença Poética

Licença poética é uma incorreção de linguagem permitida na poesia. Em sentido mais amplo, são opiniões, afirmações, teorias e situações que não seriam aceitáveis fora do campo da literatura. A poesia pode fazer uso da chamada licença poética, que é a permissão para extrapolar o uso da norma culta da língua, tomando a liberdade necessária para utilizar recursos como o uso de palavras de baixo-calão, desvios da norma ortográfica que se aproximam mais da linguagem falada ou a utilização de figuras de estilo como a hipérbole ou outras que assumem o caráter "fingidor" da poesia, de acordo com a conhecida fórmula de Fernando Pessoa ("O poeta é um fingidor").

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Prof. Dr. José PAZ Rodrigues

Professor Doutor, José PAZ Rodrigues, didata, poliglota, licenciado e graduado em Pedagogia pela Universidade Complutense de Madrid. Especialista mundial em Robindronath TAGORE, tem a melhor biblioteca do mundo dedicada a TAGORE, com mais de 30.000 volumes em todas as línguas, inclusive, edições brasileiras. Estuda este escritor desde 1966, teve como tese de doutorado: “Tagore, Pioneiro da Nova Educação”. (Clique aqui para acessar seus artigos)

Minha Homenagem

Clique na foto do escritor, poeta, romancista e músico indiano, Robindronath TAGORE (7/5/1861-7/8/1941- Calcutá – Índia), para acessar alguns de seus poemas e escritos, publicados em homenagem a ele, que se realiza no ano de 2011, quando se completa 150 anos desde o seu nascimento e 70 de falecimento. Tagore, chamado por Mahatma Gandhi de “o grande mestre”, ganhou em 1913 o prêmio Nobel de Literatura. Tagore, depois de educação tradicional na Índia, completou sua formação na Inglaterra entre os anos de 1878 e 1880 e começou sua carreira poética com volumes de versos em língua bengali. Desde então, traduziu seus livros para o inglês, a fim de lhes garantir maior difusão. Seu mais famoso volume de poesias é Gitãñjali (Oferenda Poética). Fundou, em 1901, uma escola de filosofia, em Santiniketon, que, em 1921, foi transformada em universidade.

Albert Einstein e Tagore

Tagore e Mahatma Gandhi

Lançando a Rede

Prêmio Dardos

Prêmio indicado por Helena Frenzel, do blogue bluemaedel.blogspot.com. Obrigada, querida, pelo carinho, reconhecimento e leituras. “A conquista é nossa! Eu digo nossa porque, a conquista nunca é solitária, existe mais alguém:- aqui, “o leitor”! .Ele me motiva a continuar, está a me inspirar (...)” Marli Savelli

Arquivos

Traduzir